Foto:
Parque Eólico das Cimadas/Vergão

[Galeria] Projeto de Condomínio de Aldeia em Corgas e Malhadal avança

União de Freguesias entrega árvores aos proprietários dos terrenos

Promovido pela União de Freguesias Proença-Peral, está a ser implementado nas aldeias de Corgas e Malhadal o projeto de Condomínio de Aldeia, que consiste em transformar zonas de mata em zonas agrícolas, de forma a servir de tampão ao avanço dos fogos florestais e proteger as aldeias. Os trabalhos passam pela ripagem dos terrenos e plantação de árvores resistentes ao fogo.

O Projeto está a avançar. Decorrem trabalhos de ripagem dos terrenos, no entanto a União de Freguesias Proença-Peral adquiriu e já entregou gratuitamente as árvores que os proprietários irão plantar nesses espaços.

A nível de plantas a introduzir nessas áreas, refira-se oliveiras, medronheiros, castanheiros, ameixoeiras, pessegueiros, sobreiros, amendoeiras, videiras, etc. No total foram oferecidas, para as duas localidades, mais de 17 mil árvores. A título de exemplo, refira-se mil oliveiras, 11 mil medronheiros, mil videiras e também uma grande quantidade de sobreiros e castanheiros.

A união de Freguesias suportou este projeto com 10 mil, 879 euros e 62 cêntimos (10.879.62 cêntimos). Mas importa avançar outros números. A aquisição das plantas ficou em 20 mil, 12 euros e 80 cêntimos(20.012.80 cêntimos). A lavoura, ripagem dos terrenos, importou em 40 mil, 866 euros e 82 cêntimos(40.866,82 cêntimos). Tudo perfaz uma despesa total de 60 mil, 879 euros e 32 cêntimos (60.879.32 cêntimos).

Destes 60 mil euros, 50 mil chegaram do apoio do Fundo Ambiental. Ora, resta 10 mil, 879 euros e 62 cêntimos, que foi precisamente o encargo que a União de Freguesias teve.